Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

José Rainha diz que prisão de Lula pode levar à guerra civil

O líder da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), José Rainha Júnior, afirmou que a prisão de Lula pode levar a uma guerra civil. "A guerra pode começar com um tiro, mas não se sabe com quantos pode acabar", afirmou. [Leia mais...]

[José Rainha diz que prisão de Lula pode levar à guerra civil]
Foto : Reprodução/ TV Globo

Por Marina Hortélio no dia 06 de Abril de 2018 ⋅ 16:03

O líder da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), José Rainha Júnior, afirmou que a prisão de Lula pode levar a uma guerra civil. "A guerra pode começar com um tiro, mas não se sabe com quantos pode acabar", afirmou. A fala fez referência a Lindalva Pereira de Lima Filha, militante do MST que foi baleada durante bloqueio de rodovia, na manhã de hoje, em Alhandra, na Paraíba.

Segundo o estadão, Rainha Júnior, que já foi uma das principais lideranças do MST, disse ainda que vai mobilizar oito mil seguidores para defender Lula. "Eu já havia alertado que a prisão do Lula poderia incendiar o País. Estamos mobilizados nas ruas e praças para defender o direito de nossa liderança que dedicou toda sua vida pela liberdade e justiça social no País. Nosso pessoal está pronto, só esperando a hora certa de entrar em ação", afirmou.

O líder da FNL ressaltou que a Constituição foi rasgada e está em jogo. "Só falta o Moro decretar a pena de morte. Ele e a extrema direita estão levando o País a um enfrentamento que pode nos levar à guerra civil", disse. "O Judiciário precisa ter juízo. Prender o Lula é chamar para um enfrentamento desnecessário", completou o líder do sem-terra.

Notícias relacionadas

[Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado]
Política

Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado

Por Augusto Romeo no dia 13 de Abril de 2021 ⋅ 08:40 em Política

Aliados do governo preparam ofensiva, e ala do STF tenta maioria para que comissão só precise ser instalada após fim da pandemia