Política

Lídice ironiza justificativa de Neto: ‘Se era amor, nunca deveria ter admitido sair’

Para a senadora, a posição de Neto passou “ideia de medo, fragilidade política”. “Se antes Rui já era favorito, agora seu favoritismo cresce. É claro que nosso lado não pode ter a ideia de que já ganhou”. [Leia mais...]

[Lídice ironiza justificativa de Neto: ‘Se era amor, nunca deveria ter admitido sair’]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Alexandre Galvão e Gabriel Nascimento no dia 09 de Abril de 2018 ⋅ 09:10

A senadora Lídice da Mata (PSB) ironizou os motivos apresentados pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), para a desistência de concorrer ao governo do Estado. “Se era o amor, nunca deveria ter admitido sair, participar da eleição, porque o amor não se analisa, ele existe. O compromisso também. Foi muito ruim para o prefeito, o prefeito não se saiu bem. Sua imagem não foi fortalecida como um líder”, analisou.

Para a parlamentar, a posição de Neto passou “ideia de medo, fragilidade política”. “Se antes Rui já era favorito, agora seu favoritismo cresce. É claro que nosso lado não pode ter a ideia de que já ganhou”, ponderou.

Notícias relacionadas