Política

Planalto avalia retirar de Lula direito a seguranças e motoristas

Segundo a Folha de S. Paulo, a subchefia de Administração da Presidência da República fez uma consulta em caráter de urgência à Casa Civil, que analisa o que o petista perderá com a prisão no último sábado (7). [Leia mais...]

[Planalto avalia retirar de Lula direito a seguranças e motoristas ]
Foto : Ricardo Stuckert/PT

Por Clara Rellstab no dia 09 de Abril de 2018 ⋅ 17:30

O governo do presidente Michel Temer (MDB) afirmou que avalia retirar o direito do ex-presidente Lula (PT) a seguranças e motoristas pagos pela Presidência da República.

Segundo a Folha de S. Paulo, a subchefia de Administração da Presidência da República fez uma consulta em caráter de urgência à Casa Civil, que analisa o que o petista perderá com a prisão no último sábado (7).

O Palácio do Planalto ainda não tomou uma decisão oficial sobre os benefícios, mas devem ser suspensos os serviços de condução e de segurança assim como os veículos oficiais e as despesas com viagens.

Segundo lei sancionada em 1986, e regulamentada em 2008 pelo próprio Lula, todo ex-presidente tem direito a dois veículos oficiais com motoristas pagos pela Presidência.

Notícias relacionadas