Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Política

Wesley diz à PF que vai buscar documentos sobre propina a Kassab

O empresário Wesley Batista se comprometeu, em depoimento prestado no dia 20 de março à Polícia Federal, em buscar e entregar a PF contratos e notas fiscais envolvendo suspotos pagamentos de propina entre a JBS e o ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicação, Gilberto Kassab (PSD). [Leia mais...]

Wesley diz à PF que vai buscar documentos sobre propina a Kassab

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por: Marina Hortélio no dia 11 de abril de 2018 às 19:30

O empresário Wesley Batista se comprometeu, em depoimento prestado no dia 20 de março à Polícia Federal, em buscar e entregar a PF contratos e notas fiscais envolvendo suspotos pagamentos de propina entre a JBS e o ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicação, Gilberto Kassab (PSD). O repasse de propina teria sido realizado entre 2010 e 2016.

Segundo informações do Estadão, Wesley Batista disse que os pagamentos mensais, em torno de R$ 350 mil, foram feitos através da empresa Yape Consultoria e Debates, sem que nenhum serviço fosse prestado. O empresário também afirmou que o contrato foi negociado pelo antigo dono do frigorífico, Natalino Bertin, e que quando assumiu a empresa, em 2011, foi procurado por Kassab para que os pagamentos referentes ao chamado “over price”, contrato da consultoria, continuassem a ser pagos pela JBS.

Ainda de acordo com o jornal, Batista afirmou que os pagamentos eram acertados com Renato Kassab, irmão de Gilberto, o responsável por operacionalizar o esquema. Wesley também contou que, no final de 2016, informou a Renato que iria parar de realizar os pagamentos.

Wesley diz à PF que vai buscar documentos sobre propina a Kassab - Metro 1