Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Temer é convidado por Putin para festa de abertura da Copa do Mundo

Vladimir Putin convidou o presidente Michel Temer para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo deste ano, 14 de junho. Apesar do convite, a presença de Temer ainda é incerta. [Leia mais...]

[Temer é convidado por Putin para festa de abertura da Copa do Mundo]
Foto : Beto Barata/PR

Por Marcela Vilar no dia 26 de Abril de 2018 ⋅ 11:20

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, convidou o presidente Michel Temer para participar da cerimônia de abertura da Copa do Mundo deste ano, no dia 14 de junho, no Estádio Luzhniki, onde vai ocorrer a maioria dos jogos do campeonato. Apesar do convite, a presença do mandatário brasileiro ainda é incerta, uma vez que o Palácio do Planalto precisa analisar a agenda presidencial.

Alguns chefes de Estado já assumiram uma posição: Reino Unido, Islândia e Polônia não vão comparecer ao evento nem enviar as respectivas delegações, em resposta à política de governo de Putin, principalmente em relação à suposta participação russa no envenenamento de ex-espiões do país.

Embora o evento seja esportivo, o clima é de tensão. Alguns dirigentes da Europa têm feito campanha para que líderes políticos não participarem da cerimônia, já que acreditam que isso poderia dar crédito ao presidente russo. Na última sexta-feira (20), 60 deputados do Parlamento Europeu, de 15 países diferentes, divulgaram uma carta em que pedem à União Europeia o boicote da Copa do Mundo na Rússia.

No Brasil, apesar de Temer não ter dado resposta ao convite, o governo participará da festa em Moscou, com uma contribuição federal de R$ 3 milhões do Ministério da Cultura para estruturar a Casa Brasil, que, ao total, custou R$ 12 milhões. O espaço, de 3 mil metros quadrados, visa promover o país e divulgar atrativos turísticos, culturais e esportivos.

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"