Política

‘Preciso vencer a descrença’, avalia Álvaro Dias, pré-candidato à Presidência

Para o parlamentar, o mais importante agora é ser o menos rejeitado

[‘Preciso vencer a descrença’, avalia Álvaro Dias, pré-candidato à Presidência]
Foto : Moreira Mariz/Agência Senado

Por Alexandre Galvão / Gabriel Nascimento no dia 09 de Maio de 2018 ⋅ 08:53

Pré-candidato à Presidência da República, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) diz que precisa “vencer a descrença” da população na política para sagrar-se como novo ocupante do Palácio do Planalto. “É um grande desafio para um político sério, experiente. O Brasil não é um brinquedo para colocar nas mãos de alguém que vem de longe, uma espécie de sonho de aventura. Na verdade, não se pode brincar”, reconheceu, em entrevista à Rádio Metrópole, com José Eduardo.

O político disse ainda que os índices mostrados hoje nas pesquisas são “nuvens passageiras”. “Vai e volta. Muda toda hora. Estamos distantes da eleição, os eleitores não sabem que são os candidatos. A todo momento me perguntam se eu sou candidato a reeleição, ou governo, ou Presidência. A informação ainda não chegou aos 208 milhões de brasileiros”, disse.

Para o parlamentar, o mais importante agora é ser o menos rejeitado. “O que vale mesmo é a rejeição. O político rejeitado não cresce. Sou feliz por ter o menor índice de rejeição. Onde sou mais conhecido, sou menos rejeitado”, apostou.

Notícias relacionadas

[Damares diz não ter dever de custear Memorial da Anistia]
Política

Damares diz não ter dever de custear Memorial da Anistia

Por Juliana Almirante no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 07:26 em Política

“Um Memorial da Anistia seria algo como o Memorial do Esquecimento”, diz o texto enviado pelo ministério ao MPF, que questionou cancelamento de obra