Política

Corregedoria irá acompanhar caso de Carolino, diz presidente da Câmara

Vereador do Podemos foi alvo de operação contra pedofilia das polícias Federal e Civil

[Corregedoria irá acompanhar caso de Carolino, diz presidente da Câmara]
Foto : Reginaldo Ipê

Por Evilasio Junior / Alexandre Galvão no dia 17 de Maio de 2018 ⋅ 12:48

Presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Leo Prates (DEM) disse ter pedido à corregedoria da Casa para acompanhar a investigação sobre o envolvimento do vereador Toinho Carolino (Podemos) em supostos casos de pedofilia.

“Vou pedir ao vereador Edvaldo, que é nosso corregedor, para acompanhar o caso e deixar a Mesa Diretora ciente de todos os passos da investigação”, afirmou, ao Metro1.

Hoje (17), Carolino foi alvo de mandado das polícias Federal e Civil na Operação Luz da Infância 2. Um antigo endereço do vereador no bairro do Imbuí foi visitado pelos agentes, mas ele não foi encontrado.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo