Política

Tribunal autoriza cumprimento imediato da pena de José Dirceu

O ex-ministro é condenado a 30 anos e 9 meses

[Tribunal autoriza cumprimento imediato da pena de José Dirceu]
Foto : Reprodução/Arquivo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 17 de Maio de 2018 ⋅ 14:20

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou, por unanimidade, o último recurso de José Dirceu, em julgamento realizado hoje (17) em Porto Alegre. Com a decisão, ficou determinado que o ex-ministro deve iniciar o cumprimento imediato da pena de 30 anos e 9 meses.

O TRF-4 precisa emitir ao juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, o ofício para autorizar a prisão. Dirceu ainda pode recorrer a instâncias superiores. 

O petista responde por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro em processo que investiga irregularidades na diretoria de Serviços da Petrobras, dentro da Operação Lava Jato.

Notícias relacionadas