Política

Ministro diz que demandas dos caminhoneiros vão custar R$ 10 bilhões ao governo

Em entrevista coletiva em Brasília, ao lado de Eliseu Padilha (Casa Civil) e Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), ele apelou ainda para o "bom senso" dos donos de postos

[Ministro diz que demandas dos caminhoneiros vão custar R$ 10 bilhões ao governo]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 28 de Maio de 2018 ⋅ 16:40

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou hoje (28) que pretende contar com o "patriotismo" dos donos de postos para que o subsídio do governo para redução do preço do diesel chegue efetivamente às bombas de combustível.

Em entrevista coletiva em Brasília, ao lado de Eliseu Padilha (Casa Civil) e Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), ele apelou ainda para o "bom senso" dos empresários.

"Claro que também estamos contando um pouco com o bom senso e até o patriotismo desses donos de postos de abastecimento e das distribuidoras em relação a essa questão", afirmou Marun.

Ainda de acordo com o ministro, ao atender às demandas dos caminhoneiros, o governo federal avalia um impacto de R$ 10 bilhões aos cofres públicos.

"Estamos na verdade dando um desconto no valor do óleo diesel equivalente ao somatório da Cide e do PIS/Cofins, e vamos criar um crédito extraordinário, as fontes estão sendo detalhadas, para que possamos juntamente à Petrobras, garantir esse benefício aos caminhoneiros, ao sistema de transporte público, à economia brasileira que depende muito do óleo diesel", declarou Marun.

Notícias relacionadas

[Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro]
Política

Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00 em Política

Em entrevista à equipe de televisão, no Guarujá, onde passa o carnaval, Bolsonaro afirmou que o texto será entregue após o carnaval