Política

Justiça manda que vereador volte à presidência da Câmara de Irará

O advogado Neomar Filho negou a denúncia e disse que o cliente não teve direito ao “contraditório e à ampla defesa”

[Justiça manda que vereador volte à presidência da Câmara de Irará]
Foto : Reprodução / Blog Clóvis Gonçalves

Por Rodrigo Daniel Silva/Alexandre Galvão no dia 20 de Setembro de 2018 ⋅ 11:20

A desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia, Telma Britto, determinou que o vereador Antonio Cezar Silva de Mello (PR), conhecido como Cezar do Manã, retorne para a presidência da Câmara de Irará.

O legislador municipal foi afastado após representação do vereador do DEM, Luiz Severino de Jesus, conhecido como Jarro de Zezito. Segundo o democrata, o colega cometeu irregularidades na contração de despesa no valor de R$ 3,8 mil.

Além disso, Cezar do Manã foi acusado de tentar obstruir os trabalhos da Comissão Parlamentar Processante, intimidar servidores e insistir na prática de irregularidades. O advogado Neomar Filho negou a denúncia e disse que o cliente não teve direito ao “contraditório e à ampla defesa”.

A magistrada concordou e ressaltou que a medida de afastamento é “excepcional e passível de questionamentos”. Segundo ela, não há “previsão expressa na legislação aplicável” sobre a questão e a medida não poderia ser aplicada “antes que se esgotasse o prazo para a defesa”.

Notícias relacionadas