Política

Em processo, ex-mulher acusa Bolsonaro de furto de cofre e ameaça de morte

Ana Cristina disse que presidenciável tem “comportamento explosivo" e "desmedida agressividade"

[Em processo, ex-mulher acusa Bolsonaro de furto de cofre e ameaça de morte]
Foto : Reginaldo Teixeira / Reprodução / Facebook

Por Metro1 no dia 28 de Setembro de 2018 ⋅ 11:20

No processo de separação, a ex-mulher do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), Ana Cristina Siqueira Valle, acusou o ex-marido de furto de cofre, ocultação de bens e ameaça de morte.

No documento divulgado pela revista Veja, ela diz que o ex-marido furtou US$ 30 mil e mais R$ 800 mil de um cofre que mantinha em agência do Banco do Brasil.

A ex-mulher disse ainda que a renda do capitão reformado chegava a R$ 100 mil. Segundo ela, Bolsonaro recebia "outros proventos” além do salário de parlamentar, mas não especificou quais seriam as fontes extras.

No processo, Ana Cristina relata também “comportamento explosivo" e "desmedida agressividade" do candidato a presidente da República. Em 2009, ela teria fugido para a Noruega por medo do deputado.

Na disputa pela guarda do filho do casal, o militar acusou a ex-mulher de sequestrar o filho. Ana Cristina se separou oficialmente de Bolsonaro em 2008 e, hoje, nega todas as acusações. Ela é candidata a deputada com o nome do capitão.

Notícias relacionadas