Política

'Menino mimado' e 'amarelão': Alckmin e Marina rebatem Bolsonaro

Candidatos reprovam afirmação de que não aceitará uma eventual derrota, feita pelo candidato do PSL

['Menino mimado' e 'amarelão': Alckmin e Marina rebatem Bolsonaro]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Por Leonardo Sousa no dia 29 de Setembro de 2018 ⋅ 20:00

A declaração do candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, em entrevista à Bandeirantes, ontem (28), de que não aceitará uma eventual derrota nas urnas não repercutiu bem entre outros candidatos. 

Durante campanha em São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) classificou a afirmação do capitão reformado como inacreditável e o chamou de mimado. "Ele foi eleito sete vezes deputado federal e a urna funcionou. Se perder, a urna não funciona. É como um menino mimado", disse o tucano.

Para Marina Silva, candidata pelo Rede, Bolsonaro "amarelou". Em manifestação contra o candidato do PSL, em São Paulo, ela afirmou: "Me parece um discurso de quem está amarelando diante da crítica da opinião pública".

Jair Bolsonaro recebeu alta na manhã de hoje (29) e seguiu para a sua casa, no Rio de Janeiro. Ainda impossibilitado de cumprir agenda nas ruas, vai manter a sua campanha concentrada nas redes sociais.

Notícias relacionadas