Política

Kennedy Alencar: 'Bolsonaro está com campanha digital enquanto os outros estão na analógica'

O jornalistacriticou ainda o "ativismo judicial" no país

[Kennedy Alencar: 'Bolsonaro está com campanha digital enquanto os outros estão na analógica']
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 03 de Outubro de 2018 ⋅ 12:13

O jornalista político Kennedy Alencar avalia que o principal êxito da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República é o uso das redes sociais. "Foi direto na veia com linguagem popular, mas usa armas perigosas para a democracia. [...] Bolsonaro está com campanha digital, enquanto os outros estão com campanha analógica", disse, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Ele afirmou ainda que é possível que o capitão reformado vença a eleição no primeiro turno, mas que uma decisão já no próximo domingo é "improvável". "Os adversários têm que perder muito voto. O Ciro Gomes (PDT), o Geraldo Alckmin (PSDB) têm sustentado a mesma intenção de voto. A Marina Silva (Rede) perdeu muito, mas ainda tem 4%, 5%. Ele [Bolsonaro] está longe de uma vitória em primeiro turno", avaliou. 

Kennedy criticou ainda o "ativismo judicial" no país. "Dias Toffoli classificar 64 como 'movimento' é relativizar. Um veículo [de comunicação] importante acha importante entrevistar Lula? Acha. Outros presos já deram entrevistas? Já. Um ministro autoriza. Aí vem o Fux e diz que isso pode beneficiar o PT. O Lula pode fazer uma besteira, falar uma bobagem. E tem um agravante, um ministro desautorizando o outro. A segunda instância no Supremo é o plenário. Tudo isso é negativo para o país, para a democracia", considerou. 

Notícias relacionadas