Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

TSE mantém validade da candidatura de Dilma ao Senado por MG

Por unanimidade, os ministros decidiram que não cabe à Corte eleitoral discutir os efeitos da decisão tomada pelo Senado no processo que culminou no impeachment da petista

[TSE mantém validade da candidatura de Dilma ao Senado por MG]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 04 de Outubro de 2018 ⋅ 13:40

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve hoje (4) a validade da candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado em Minas Gerais. Por unanimidade, os ministros decidiram que não cabe à Corte discutir os efeitos da decisão tomada pelo Senado no processo que culminou no impeachment da petista.

A candidatura de Dilma foi alvo de mais de dez questionamentos, inclusive do diretório estadual do Partido Novo e da filha do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB), Danielle Cunha (MDB), que concorre a deputada federal.

No entanto, o TSE confirmou a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG), que já havia considerado a petista elegível apesar de ter sofrido um impeachment em 2016.

Notícias relacionadas

[Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado]
Política

Base de Bolsonaro age para minar CPI no Senado

Por Augusto Romeo no dia 13 de Abril de 2021 ⋅ 08:40 em Política

Aliados do governo preparam ofensiva, e ala do STF tenta maioria para que comissão só precise ser instalada após fim da pandemia