Política

Governador reeleito do Ceará defende que Haddad se afaste 'um pouco da marca do PT'

Para petista, antipetismo ajudou no crescimento de Jair Bolsonaro

[Governador reeleito do Ceará defende que Haddad se afaste 'um pouco da marca do PT']
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Metro1 no dia 10 de Outubro de 2018 ⋅ 13:00

O governador reeleito do Ceará, Camilo Santana, defendeu que o presidenciável Fernando Haddad (PT) se afaste "um pouco" do PT por causa do antipetismo que, segundo ele, ajudou no crescimento de Jair Bolsonaro (PSL).

"Muita gente votou no Bolsonaro porque não quer o PT. Por isso que digo que a atitude do Haddad não pode ser do partido. Tem de afastar um pouco essa marca do PT. Ele precisa se colocar como um projeto novo para o Brasil, onde, claro, o PT faz parte, mas também um conjunto de forças que vai ter de colaborar com ele para o Brasil superar esse momento difícil", afirmou, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

No primeiro turno das eleições, Jair Bolsonaro teve 46,03% das intenções de votos e Fernando Haddad 29,28%.

Notícias relacionadas

[Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA]
Política

Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA

Por Juliana Almirante no dia 23 de Outubro de 2019 ⋅ 07:40 em Política

No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha sido o fator determinante para a decisão