Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Contra Bolsonaro, PT veicula na TV depoimento de militante torturada por Ustra

Política

Contra Bolsonaro, PT veicula na TV depoimento de militante torturada por Ustra

Programa da campanha petista apresenta coronel como o "maior ídolo" do adversário

Contra Bolsonaro, PT veicula na TV depoimento de militante torturada por Ustra

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Por: Juliana Rodrigues no dia 17 de outubro de 2018 às 11:40

A propaganda eleitoral televisiva do PT veiculou ontem (16) um depoimento de uma militante que foi torturada pelo coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, chefe do DOI-Codi paulista entre 1970 e 1974, período mais repressivo da ditadura militar. Ustra foi homenageado por Jair Bolsonaro (PSL) durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.

No programa do PT, que apresenta o coronel como o “torturador mais sanguinário do Brasil” e “maior ídolo de Bolsonaro”, Maria Amélia de Almeida Telles, conhecida como Amelinha, conta detalhes da tortura que sofreu.

Além disso, o programa também destaca os recentes casos de agressões atribuídos a apoiadores do candidato do PSL.