Política

WhatsApp diz que filho de Bolsonaro foi banido por 'comportamento de spam'

Diferente do que afirmou o senado eleito, a conta não foi bloqueada hoje (19), mas há alguns dias

[WhatsApp diz que filho de Bolsonaro foi banido por 'comportamento de spam']
Foto : Divulgação/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 19 de Outubro de 2018 ⋅ 17:40

Diferente do que afirmou o senador eleitor Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o WhatsApp informou que o filho de Bolsonaro não foi banido da plataforma hoje (19), mas dias atrás.

Na manhã de hoje (19), Flávio postou uma foto de uma mensagem de bloqueio do WhatsApp e afirmou que é perseguido. Ontem (19), a Folha de São Paulo publicou uma reportagem sobre o esquema de compra de envio em massa de mensagens anti-PT para alavancar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), pai de Flávio, pelo WhatsApp.

A assessora da empresa no Brasil afirmou ao BuzzFeed News que o político foi banido por ter um "comportamento de spam", o que é vetado pela rede. De acordo com o WhatsApp, o banimento não tem relação com as denúncias feitas pela Folha.

Notícias relacionadas