Política

Ministro do TSE aceita ação do PDT contra Bolsonaro

Já o pedido do partido de Ciro Gomes de impedir empresas e coligação de Bolsonaro de utilizarem o WhatsApp em campanha foi negado

[Ministro do TSE aceita ação do PDT contra Bolsonaro]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 22 de Outubro de 2018 ⋅ 15:40

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Jorge Mussi, deu continuidade ao processo do PDT contra a chapa do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) por suposto abuso de poder econômico.

O corregedor-geral eleitoral negou pedido de liminar para que fosse vedada para Bolosonaro, o vice (general Mourão) e o empresário Luciano Hang a divulgação de notícias pelo WhatsApp.

Mussi destacou, na decisão assinada ontem (21), que a ação do PDT contra o presidenciável do PSL se assemelha a outro processo já instaurado pelo TSE a pedido da coligação que apoia o candidato Fernando Haddad (PT).

Ambos processos são baseados em reportagem do jornal Folha de São Paulo que revela esquema de empresas que contrataram serviços de envio automático de mensagens pelo WhatsApp para promover uma grande campanha contra o PT.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar