Política

Haddad diz que instituições se sentem ameaçadas pela linha dura das Forças Armadas

Haddad listou declarações feitas por Bolsonaro e apoiadores que caracteriza como ameaças ao Supremo Tribunal Federal, à imprensa e à oposição ao capitão reformado

[Haddad diz que instituições se sentem ameaçadas pela linha dura das Forças Armadas]
Foto : Reprodução/Arquivo/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 22 de Outubro de 2018 ⋅ 16:40

O presidenciável do PT, Fernando Haddad, afirmou que as instituições se sentem ameaçadas pela linha dura das Forças Armadas e que, por esse motivo, têm demorado para reagir aos ataques da campanha de Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad listou uma série de declarações feitas pelo capitão reformado e apoiadores que caracteriza como ameaças ao Supremo Tribunal Federal, à imprensa e à oposição ao presidenciável.

Um dos filhos de Bolsonaro, o deputado estadual Eduardo Bolsonaro, afirmou que “bastam um soldado e um cabo” para fechar o STF.

O petista questionou o papel do ministro Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional) no processo eleitoral. 

Haddad ainda insinuou que o general se coloca como “ameaça” ou “tutela” para o Tribunal Superior Eleitoral por ter participado ontem (21) de uma coletiva de imprensa, ao lado da presidente da corte, Rosa Weber.

Notícias relacionadas