Política

Eliana Calmon avalia que é 'exagero' pedir investigação contra filho de Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro afirmou que para fechar o STF "basta um soldado e um cabo"

[Eliana Calmon avalia que é 'exagero' pedir investigação contra filho de Bolsonaro]
Foto : Gláucio Dettmar/ag.cnj

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 23 de Outubro de 2018 ⋅ 06:23

Eleitora declarada do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), a ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, disse que é "exagero" pedir uma investigação contra a declaração do deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL), que é filho do candidato a presidente da República.

“É exagero o ministro Alexandre de Moraes dizer que é preciso abrir inquérito para apurar”, declarou Calmon, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo.

Ontem (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, solicitou que a Procuradoria Geral da República investigue a frase de Eduardo Bolsonaro. O parlamentar afirmou que para fechar o STF "basta um soldado e um cabo".

Notícias relacionadas