Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Justiça determina bloqueio de R$ 27 mi de Beto Richa, Plauto Miró e Valdir Rossoni

A Operação Quadro Negro apura o desvio de mais de R$ 20 milhões de obras de escolas públicas do Paraná

[Justiça determina bloqueio de R$ 27 mi de Beto Richa, Plauto Miró e Valdir Rossoni]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 23 de Outubro de 2018 ⋅ 17:20

A Justiça exigiu o bloqueio de bens do ex-governador do Paraná Beto Richa, dos deputados Plauto Miró (DEM) e Valdir Rossoni (PSDB) e de outros 11 investigados na Operação Quadro Negro. O decreto é do dia 11 de outubro e foi assinado pelo juiz Eduardo Lourenço Bana.

A Operação Quadro Negro apura o desvio de mais de R$ 20 milhões de obras de escolas públicas do Paraná.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, as fraudes foram cometidas em alterações de contratos fechados com a Construtora Valor, autorizados pela administração pública. As investigações apontam que os aditivos foram desnecessários e fraudulentos.

De acordo com os procuradores, mais de 20 mil alunos foram prejudicados. Foi determinado o bloqueio de R$ 27 milhões de Beto Richa, Plauto Miró e Valdir Rossoni.

Notícias relacionadas