Política

'Só cumprimentei Bolsonaro quando meu coração se aquietou', diz Haddad

Em entrevista à TV Globo, presidenciável disse ter se sentido abalado com notícia falsa divulgada na véspera da eleição

['Só cumprimentei Bolsonaro quando meu coração se aquietou', diz Haddad]
Foto : Ricardo Stuckert

Por Juliana Rodrigues no dia 30 de Outubro de 2018 ⋅ 08:00

O presidenciável derrotado Fernando Haddad (PT) afirmou, ontem (29), em entrevista à TV Globo, que não cumprimentou o adversário Jair Bolsonaro (PSL) pela vitória no domingo porque se sentiu afetado por uma última notícia falsa contra ele, divulgada antes do pleito.

"Ontem [domingo] teve um último ataque muito forte de fake news, via Whatsapp, e ontem foi o mais baixo dos ataques, inclusive esclarecido pela imprensa, acusando de eu abusar de uma menina de 11 anos. Uma coisa muito grotesca", disse.

Haddad declarou ter ficado chateado e "amargurado" com o ataque, e explicou que só felicitou o adversário quando sentiu que o coração estava "aquietado". "Eu desejo o bem do Brasil, de todos, que votaram em mim, que votaram nele. Meu espírito democrático sempre vai falar mais alto", afirmou.

Notícias relacionadas