Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Futuro presidente da CMS, Geraldo Júnior diz que 'consenso' marcou sua campanha

Vereador afirmou que prefeito ACM Neto "respeitou a autonomia" da Casa e não "interviu no processo eleitoral"

[Futuro presidente da CMS, Geraldo Júnior diz que 'consenso' marcou sua campanha]
Foto : Alexandre Galvão/Metropress

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 31 de Outubro de 2018 ⋅ 08:17

Futuro presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (Solidariedade) afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, que o "consenso" marcou a sua campanha para chegar ao comando da Casa.

"É um fato histórico, porque dois meses antes do prazo regimental nós conseguimos uma campanha de consenso entre os vereadores da oposição e situação", afirmou o vereador.

Geraldo disse que os 22 meses no comando da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer o "credenciaram" para ser o novo presidente do Legislativo. Segundo ele, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), "respeitou a autonomia" da Casa e não "interviu no processo eleitoral".

Além do presidente da Casa, os vereadores vão eleger, na tarde de hoje (31), os novos vices-presidentes, secretários, corregedor e ouvidor (confira aqui como vai ficar a nova composição).

Notícias relacionadas