Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

STF rejeita suspender efeitos da condenação de Acir Gurgacz

Os advogados de Gurgacz alegavam que a decisão que condenou o parlamentar era irregular

[STF rejeita suspender efeitos da condenação de Acir Gurgacz]
Foto : Edilson Rodrigues/Agência Senado

Por Marina Hortélio no dia 08 de Novembro de 2018 ⋅ 20:00

O Supremo Tribunal Federal negou, por maioria dos votos, a suspensão dos efeitos da condenação imposta ao senador Acir Gurgacz (PDT-RO). O parlamentar foi condenado em fevereiro pela Primeira Turma do STF a quatro anos e seis meses de prisão em regime semiaberto por crimes contra o sistema financeiro nacional.

Os advogados de Gurgacz alegavam que a decisão que condenou o parlamentar era irregular. Na época da condenação, a defesa solicitou que a sentença fosse estabelecida em quatro anos, já, que, de acordo com ela, os seis meses acrescidos na decisão da turma não foram justificados.

No entanto, a maioria do Supremo compreendeu que não existiram irregularidades na condenação do parlamentar.

Notícias relacionadas