Política

João Roma quer PRB 'independente' da Igreja Universal

Deputado federal eleito avalia que partido pode diminuir se permanecer vinculado à igreja

[João Roma quer PRB 'independente' da Igreja Universal ]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 13 de Novembro de 2018 ⋅ 08:40

Recém-eleito deputado federal pelo PRB, João Roma tem defendido dentro do partido que haja uma separação maior entre a Igreja Universal do Reino de Deus e a sigla. A legenda hoje é comandada nacionalmente pelo bispo licenciado Marcos Pereira.

Em encontro da Executiva nacional, Roma ressaltou que, na Bahia, o PRB elegeu um deputado federal evangélico Marcio Marinho, que é da IURD, e ele que é católico. Logo, a legenda não deve estar diretamente vinculado à igreja.

Para Roma, se não separar o partido da Igreja Universal, o PRB corre o risco de diminuir. Na avaliação dele, na Câmara de Salvador, onde a agremiação tem quatro cadeiras, pode cair para uma.

Isto porque, na eleição de 2020, não haverá coligação e, se permanecer vinculado à igreja, o partido vai ter dificuldades para atrair novos membros que não são evangélicos para puxar votos e manter a bancada. 

Sobre a eleição de 2020, Marcio Marinho já disse que a sigla cogita lançar um candidato a prefeito de Salvador para manter a bancada no Legislativo municipal. Segundo ele, Roma, Tia Eron, que não conseguiu ser reeleita deputada federal, e ele próprio são os nomes cotados.

Roma não descarta a possibilidade, mas já disse que o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), é o nome "natural" para suceder o prefeito ACM Neto (DEM). 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro tira Joice Hasselmann de liderança do governo ]
Política

Bolsonaro tira Joice Hasselmann de liderança do governo 

Por Alexandre Galvão no dia 17 de Outubro de 2019 ⋅ 14:15 em Política

Joice foi escolhida líder do governo em fevereiro, pela indicação dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP)