Política

Advogado retirado do TJ-BA chamou procurador de ‘mentiroso’ 

David Salomão é vereador na cidade de Vitória da Conquista

[Advogado retirado do TJ-BA chamou procurador de ‘mentiroso’ ]
Foto : David Salomão | Foto: Reprodução / Blog do Edy

Por Metro1 no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 13:45

Retirado do Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) hoje (14), o advogado David Salomão chamou um procurador de Justiça presente na sessão de “mentiroso”, segundo informações recebidas pelo Metro1.
 
“Os desembargadores também se sentiram desrespeitados com o termo utilizado pelo advogado que feriu toda a Corte e as prerrogativas da própria Ordem dos Advogados do Brasil. O advogado queria falar de qualquer maneira e não respeitou nem o presidente do TJ-BA. Passou a gritar e berrar dentro do Tribunal Pleno e ninguém conseguiu conter o momento de fúria”, diz a nota. 

A ação que estava em julgamento tratava-se de uma suspensão de blitz em Vitória da Conquista por inadimplência de pagamento do IPVA. O advogado, após o parecer do Ministério Público da Bahia (MP-BA) sobre o caso, e alguns votos divergentes de desembargadores, favoráveis ao seu pedido, fez o requerimento. O advogado, que não tinha mais o direito a se pronunciar, passou a frente de outro advogado que estava na Tribuna e exigiu a palavra. 

Segundo informações recebidas pelo Metro1, esse mesmo advogado acumula “episódios de ira, gritaria e ofensas”.

Em uma sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, realizada em março de 2018, outra polêmica quando houve discordância de um polêmico Projeto de Lei nº 03/2018, de autoria do próprio vereador David Salomão (PRTB), que pretendia suspender a “Blitz do IPVA”. O PL foi rejeitado pela maioria dos edis que entenderam ser inconstitucional, já que legislar sobre trânsito é de competência privativa da União.

Notícias relacionadas