Política

Lula diz que Moro é 'amigo de Youssef' e juíza reage: 'É melhor o senhor parar com isso'

Em resposta a repressão, Lula afirmou que estava apenas "constatando um fato", não fazendo acusações

[Lula diz que Moro é 'amigo de Youssef' e juíza reage: 'É melhor o senhor parar com isso']
Foto : Divulgação

Por Marina Hortélio no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 19:00

Em interrogatório realizado hoje (14), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acusou o juiz Sergio Moro de ser amigo do doleiro Alberto Youssef.
 
Após a afirmação, a juíza Gabriela Hardt, substituta de Moro na Lava Jato de Curitiba, repreendeu o petista. "Doutor, por favor. Ele não vai fazer acusações sobre meu colega aqui", disse ela.
 
Lula acusou Moro enquanto respondia uma pergunta feita por seu advogado, Cristiano Zanin Martins, sobre como eram feitas as indicações para a diretoria da Petrobras.
 
"Eu não sei por que cargas d'água, no caso Petrobras, houve essa questão de jogar suspeita sobre indicações de pessoas. É triste, mas é assim. Possivelmente, por conta de que o delator principal é o [Alberto] Youssef, que era amigo do Moro desde o caso do Banestado (Banco do Estado do Paraná). É isso, lamentavelmente é isso", disse o ex-presidente ao responder a pergunta sobre a estatal.
 
Em resposta a repressão, Lula afirmou que estava apenas "constatando um fato", não fazendo acusações. Entretato, Hardt completou que a afirmação "não é um fato, porque o Moro não é amigo do Youssef e nunca foi".
 
O petista continuou a apontar ligações entre o juiz e o doleiro. "Mas manteve ele [Youssef] sob vigilância 8 anos", disse Lula. "Ele não ficou sob vigilância 8 anos, e é melhor o senhor parar com isso", afirmou Hardt.

Confira trechos do depoimento:

Notícias relacionadas