Política

Prefeitos e secretários de saúde pedem que Bolsonaro revise posicionamento sobre Mais Médicos

A FNP e o Conasems enviam hoje comunicado às equipes de Temer e do presidente eleito

[Prefeitos e secretários de saúde pedem que Bolsonaro revise posicionamento sobre Mais Médicos]
Foto : REUTERS/Ueslei Marcelino

Por Lara Ferreira no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 21:30

A Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) vão encaminhar hoje (14) às equipes do atual presidente Michel Temer e do presidente eleito Jair Bolsonaro um comunicado escrito lamentando a interrupção do Programa Mais Médicos no Brasil. A informação foi divulgada na noite de hoje, na coluna Painel da Folha.  
 
Na nota, eles pedem a “revisão do posicionamento do novo governo, que sinalizou mudanças drásticas nas regras do programa” e alertam sobre “os iminentes e irreparáveis prejuízos à saúde da população” que serão causados sem o programa no país. 
 
Para as entidades, as críticas de Bolsonaro ao programa foram determinantes para que o governo de Cuba decidisse retirar o Mais Médicos do Brasil. 

Notícias relacionadas