Política

Em projeto de lei, deputada diz que masturbação é tema inapropriado para adolescentes

No texto,Rosinha da Adefal propõe que os professores sejam proibidos de falar sobre temas como masturbação, sexo anal e poligamia para adolescentes

[Em projeto de lei, deputada diz que masturbação é tema inapropriado para adolescentes]
Foto : Lúcio Bernardo Junior/Câmara dos Deputados

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:40

A deputada federal Rosinha da Adefal (Avante - AL) apresentou, em fevereiro deste ano, um projeto de lei no qual propõe que os professores sejam proibidos de falar sobre temas como masturbação, sexo anal, poligamia, entre outros, para adolescentes.

Ao justificar o projeto, intitulado "Infância sem pornografia", Rosinha defende que a masturbação é um tema "impróprio ou complexo" para crianças e adolescentes.

"A lei não permite a professores ou agentes de saúde, ou qualquer outro servidor público, ministrar ou apresentar temas da sexualidade adulta a crianças e adolescentes – abordando conceitos impróprios ou complexos como masturbação, poligamia, sexo anal, bissexualidade, prostituição, entre outros – sem o conhecimento da família, ou até mesmo contra as orientações dos responsáveis", escreveu Rosinha no texto.

Notícias relacionadas