Política

Bolsonaro minimiza acusações contra novo ministro da Saúde: 'Nem é réu ainda'

Mandetta é investigado por suposta fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de informatização da saúde em Campo Grande

[Bolsonaro minimiza acusações contra novo ministro da Saúde: 'Nem é réu ainda']
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 20 de Novembro de 2018 ⋅ 17:20

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), minimizou a investigação do futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmado hoje (20) para o posto.

Mandetta é investigado por suposta fraude em licitação, tráfico de influência e caixa dois na implementação de um sistema de informatização da saúde em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Bolsonaro relembrou que ele é apenas investigado. "Nem é réu ainda. O que está acertado entre nós? Qualquer denuncia ou acusação que vire robusta não fará parte de nosso governo”, afirmou.

A suspeita é de que Mandetta tenha influenciado a contratação de empresas para o Gisa (Gestão de Informação da Saúde) em troca de favores em campanha eleitoral.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar