Política

Novo chefe da PF recebeu denúncia sobre 'bunker' de Geddel 

Valeixo foi duas vezes superintendente da PF no Paraná, foi diretor geral de Pessoal (de 2011 a 2012) e diretor de Inteligência

[Novo chefe da PF recebeu denúncia sobre 'bunker' de Geddel ]
Foto : Reprodução/ Vagner Rosário/ VEJA.com

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Novembro de 2018 ⋅ 06:50

Escolhido por Sergio Moro para comandar a Polícia Federal, o delegado Maurício Valeixo recebeu a denúncia sobre o "bunker" de R$ 51 milhões do ex-ministro baiano Geddel Vieira Lima (MDB-BA). De acordo com a Folha, ele comandou prisões também como a do ex-presidente Lula, do ex-deputado federal Eduardo Cunha e do ex-senador Delcídio do Amaral. 

Por fim, antes de deixar o cargo de número três de Daiello, o diretor acompanhou uma das mais sensíveis investigações da polícia: as ações controladas dos executivos da JBS, que colocaram o presidente Michel Temer na berlinda.

Valeixo foi duas vezes superintendente da PF no Paraná, foi diretor geral de Pessoal (de 2011 a 2012), diretor de Inteligência (de 2012 a 2013) e adido em Washington (EUA).

Notícias relacionadas