Política

Coronel diz estar disponível para presidência do Senado e fala sobre suplementação: ‘Não tem despesa inventada’

"Estarei em Brasília à disposição. Torço que Otto seja o presidente. Se for pra escolher da velha guarda, vou fazer pressão para ser ele”

[Coronel diz estar disponível para presidência do Senado e fala sobre suplementação: ‘Não tem despesa inventada’]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Alexandre Galvão no dia 26 de Novembro de 2018 ⋅ 09:25

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e senador eleito, Coronel disse estar “disponível” para presidir o Senado. 

“Eu não sou candidato de mim mesmo, como teve renovação grande, dois terços são pessoas novatas, tem alguns colegas que conheço que dizem que está na hora de colocar o novo. Não me apego a isso. Estarei em Brasília à disposição. Torço que Otto seja o presidente. Se for pra escolher da velha guarda, vou fazer pressão para ser ele”, afirmou, à Rádio Metrópole

Ainda na Bahia, porém, Coronel tem que desatar o nó da suplementação de verbas da AL-BA. O governador Rui Costa (PT) avisou que não irá injetar mais verbas no Legislativo e nem no Judiciário. “Não houve reajuste, nesse intervalo, foi feito plano de cargos e salário, pegamos um passivo de R$ 1 bilhão devido a servidores. Não estava isso previsto, como não estava previsto o incêndio, que foi um infortúnio. Irei mostrar isso ao governador. Estamos levantando os valores reais para fechar o mês de dezembro. Não tem despesa inventada”, sentenciou.

Notícias relacionadas