Política

'Nem todo mundo gosta de universidade', diz futuro ministro da Educação

Para Ricardo Vélez Rodríguez, democratização do Ensino Superior não é prioridade e objetivo do Ensino Médio deve ser mostrar ao aluno que ele pode "ganhar dinheiro" com o conhecimento

['Nem todo mundo gosta de universidade', diz futuro ministro da Educação]
Foto : Reprodução / RPC

Por Juliana Rodrigues no dia 27 de Novembro de 2018 ⋅ 09:20

O indicado para o ministério da Educação no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Ricardo Vélez Rodríguez, fez críticas à reforma do ensino médio. Para ele, as mudanças foram bem encaminhadas, mas ficaram incompletas, pois é preciso dar maior foco no mercado de trabalho em vez da universidade. A declaração foi dada ontem (26), durante evento em uma faculdade particular em Londrina (PR), onde leciona.

"O aluno tem que sair do segundo grau pronto para o mercado de trabalho. Nem todo mundo quer fazer uma universidade. É bobagem pensar que a democratização da universidade é universal, nem todo mundo gosta de universidade", disse Vélez.

Para o futuro ministro, o Ensino Médio deve mostrar ao estudante a aplicação prática do conhecimento adquirido para que ele "ganhe dinheiro", "como os youtubers estão ganhando grana sem enfrentar uma universidade".

Notícias relacionadas

[Bolsonaro assina desfiliação do PSL]
Política

Bolsonaro assina desfiliação do PSL

Por Kamille Martinho no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 18:21 em Política

Informação foi confirmada pelos advogados do presidente, Karina Kufa e Admar Gonzaga

[Flávio Bolsonaro pede desfiliação do PSL]
Política

Flávio Bolsonaro pede desfiliação do PSL

Por Lara Curcino no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 14:41 em Política

O senador já havia anunciado que deixaria a legenda para se aliar a partido que o pai quer criar