Política

Juiz arquiva processo contra Felipe Lucas e Hildécio por suposta compra de votos 

O magistrado aponta, na decisão, que não foi possível "caracterizar o pedido de voto como compensação"

[Juiz arquiva processo contra Felipe Lucas e Hildécio por suposta compra de votos ]
Foto : Felipe Lucas e Hildécio | Divulgação / Montagem Metro1

Por Alexandre Galvão no dia 28 de Novembro de 2018 ⋅ 06:45

O juiz Freddy Carvalho Pitta Lima, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), arquivou o processo por suposta compra de votos contra o vereador de Salvador Felipe Lucas (MDB) e o deputado estadual Hildécio Meireles (PSC). 

De acordo com a investigação, iniciada pela Polícia Federal, os dois teriam comprados votos mediante intervenção para contratação de empregados na empresa Produserv LTDA. "O Procurador Regional Eleitoral afirma que embora tenham sido encontrados indícios de intervenção dos investigados para a contratação de eleitores, as vítimas negaram a solicitação de voto em troca da referida interferência", afirma a ação. 

O magistrado aponta, na decisão, que não foi possível "caracterizar o pedido de voto como compensação à vantagem de emprego ofertada, requisito necessário para a configuração do crime".

A ação foi arquivada, podendo voltar à pauta com o surgimento de novos fatos.

Notícias relacionadas