Política

PF abre inquérito para investigar negócios suspeitos de Guedes

A hipótese de emissão e negociação de títulos sem lastros ou garantias suficientes também vai ser averiguada

[PF abre inquérito para investigar negócios suspeitos de Guedes]
Foto : Marcello Casal jr/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 30 de Novembro de 2018 ⋅ 16:20

Um inquérito foi aberto pela Polícia Federal para investigar o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, por supostas fraudes em negócios com fundos de pensão patrocinados por empresas estatais.

A investigação foi solicitada pelo Ministério Público Federal em Brasília, em outubro. A promotoria também abriu procedimento preliminar a respeito, com base em irregularidades apontadas pela Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar).

O inquérito vai apurar se o guru econômico de Bolsonaro cometeu os crimes de gestão fraudulenta ou temerária ao captar recursos de sete entidades de previdência complementar de empregados de empresas públicas por meio de um fundo de investimentos.

A hipótese de emissão e negociação de títulos sem lastros ou garantias suficientes também vai ser averiguada. Além de Guedes, administradores de entidades de previdência complementar são alvo da apuração.

Notícias relacionadas