Política

Rui não teme que aumento de alíquota cause impopularidade

Ainda de acordo com Rui, ele foi a Israel, no último mês, buscar técnicas para implementar na segurança da Bahia

[Rui não teme que aumento de alíquota cause impopularidade]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Alexandre Galvão no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:40

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou em entrevista ao jornal Valor Econômico que não teme ver sua impopularidade subir com o aumento da alíquota da aposentadoria para servidores estaduais. O governo enviou à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) uma proposta de aumentar de 12% para 14% o aumento no desconto dos contracheques dos servidores. 

"Não, até porque a reforma que eu fiz em 2014 [com Jaques Wagner, após a eleição] foi maior e mais forte. Eu não teria sido reeleito com 75% dos votos se isso tivesse afetado [a popularidade]. As pessoas querem saber da verdade, estão cansadas da política feita com demagogia. Eu ando nas ruas com tranquilidade, encontro pessoas aposentadas, e às vezes me dizem que estão sem reajuste. Eu digo que estou fazendo de tudo para não atrasar um dia sequer o seu salário e para garantir que receba a aposentadoria. Acho que quando você demonstra sinceridade, é verdade, as pessoas podem não gostar; todo mundo só gosta de notícia boa. Mas elas compreendem", afirmou. 

Ainda de acordo com Rui, ele foi a Israel, no último mês, buscar técnicas para implementar na segurança da Bahia. "Vamos começar agora um projeto piloto de monitoramento de câmera, faremos reconhecimento facial, inclusive nas estações de metrô, no aeroporto, nos estádios de futebol, e também reconhecimento de placas de carro. Depois de Salvador, vamos fazer licitação ou PPPs pra ampliar para todo o Estado".

Notícias relacionadas