Política

Celso Amorim defende oposição a Bolsonaro ‘deslocada um pouco para a direita’ 

Ele ainda afirmou que faltou ao PT entender o ‘fenômeno’ que elegeu o presidente eleito

[Celso Amorim defende oposição a Bolsonaro ‘deslocada um pouco para a direita’ ]
Foto : Arquivo/Agência Brasil

Por Lara Ferreira no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 19:30

O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim defendeu hoje (10) que seja formada uma frente ampla “deslocada um pouco para a direita” de oposição ao presidente eleito, Jair Bolsonaro.

"No momento, o País exige uma frente ampla democrática em que a linha divisória vai ter que se deslocar um pouco para a direita porque, se não, nós não sobreviveremos", disse Amorim, de acordo com o Portal UOL, na conferência internacional da Fundação Perseu Abramo.

O ex-ministro ainda criticou o Partido dos Trabalhadores, acusando a legenda de não entender o “fenômeno” que elegeu Bolsonaro como presidente do Brasil. "O candidato da extrema direita foi capaz de captar algum elemento de comunicação popular que nós temos que estudar e entender, não adianta só negar. Claro que é horrível, mas aconteceu, é real", disse ele. 

Notícias relacionadas

[Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA]
Política

Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA

Por Juliana Almirante no dia 23 de Outubro de 2019 ⋅ 07:40 em Política

No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha sido o fator determinante para a decisão