Política

'Aborto deve ser uma decisão da mulher', diz Mourão

Em entrevista ao jornal O Globo, vice-presidente também negou que seja o oposto do presidente Jair Bolsonaro: "Cada um de nós tem o seu estilo de agir"

['Aborto deve ser uma decisão da mulher', diz Mourão]
Foto : Wilson Dias / Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 01 de Fevereiro de 2019 ⋅ 08:40

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, avalia que o governo precisa tratar de forma objetiva e como "questão de saúde pública" assuntos como doenças sexualmente transmissíveis e aborto. A declaração foi dada em entrevista publicada hoje (1º) pelo jornal O Globo.

"O governo tem que tratar de forma objetiva. É uma questão de saúde pública. Doenças sexualmente transmissíveis são uma questão de saúde pública. A questão do aborto também é algo que tem que ser bem discutido, porque você tem aquele aborto onde a pessoa foi estuprada, ou a pessoa não tem condições de manter aquele filho. Então talvez aí a mulher teria que ter a liberdade de chegar e dizer 'preciso fazer um aborto'", disse.

Questionado sobre a possibilidade de ampliação das condições do aborto legal, Mourão se disse "pessoalmente" a favor e afirmou que, como cidadão, considera que a decisão sobre o procedimento cabe à mulher.

O vice-presidente ainda declarou que não considera correto ser visto como o oposto do presidente Jair Bolsonaro. "Cada um de nós tem o seu estilo de agir. O presidente Bolsonaro tem o estilo dele, característico. Ele construiu uma vida política de 30 anos em cima disso aí. É totalmente diferente de mim. (...) Não é uma questão de um é o antípoda do outro, como fica querendo ser caracterizado. Muito pelo contrário. Ele tem uma experiência e eu tenho outra, que se retrata depois na forma como a gente conduz", analisou.

Notícias relacionadas