Política

Estado planeja novas PPPs e venda de ativos, diz Rui

Governo vai leiloar as áreas que correspondem à atual rodoviária e o Detran, em Salvador.

[ Estado planeja novas PPPs e venda de ativos, diz Rui]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Juliana Almirante no dia 01 de Abril de 2019 ⋅ 12:40

O governo estadual planeja ampliar investimentos por meio de Parcerias-Público-Privada (PPP) e também leiloar as áreas que correspondem à atual rodoviária e o Detran, em Salvador. Os espaços serão alienados ao mercado e, com os valores arrecadados, a gestão pretende investir em educação e saúde, além de eventualmente fortalecer o Fundo Garantidor.  

A cooperação com a iniciativa privada, segundo o gestor, se deve à falta de recursos federais para investimentos nos estados.

"Vamos vender, leiloar a atual rodoviária e a atual área do Detran. Elas serão alienadas ao mercado e convertidas em investimentos em escolas, hospitais, para eventualmente fortalecer o Fundo Garantidor. Esses recursos podem se somar ao Fundo Garantidor para que a gente alavanque novos projetos de PPP. A gente não tem mais recursos federais para ajudar os estados então vamos ter que alavancar mais projetos de PPP. E para isso, é preciso ter Fundo Garantidor mais robusto", afirmou o governador, durante visita técnica às obras da Avenida 29 de Março, que será entregue no sábado (6). A nova via liga o bairro de Piatã à BR-324, onde será construída a nova rodoviária de Salvador. 

No sentido de garantir PPPs também na Embasa, o governador quer indicar para o comando da empresa um perfil técnico, além de político.

"Um nome que atenda plenamente os desafios atuais, porque nós não temos recursos para infraestrtura e vale tambem para a área de água e esgoto. Nós não temos mais recursos públicos do governo federal para ajudar os estados a realizar água e esgoto. Então a Embasa vai ter que se virar sozinha, com recursos do governo do estado e próprios. Queremos ampliar os investimentos por meio de iniciativas publico-privadas, através da Embasa. Queremos ampliar muito e estou buscando pessoa que consiga fazer isso rapidamente, para que nos próximos 4 anos a gente consiga esolver problemas de esgotamento sanitário e abastecimento em varias cidades da Bahia", defendeu Rui.

Notícias relacionadas