Política

Oposição vai ao STF para anular sessão que aprovou reforma da Previdência

Presidente da comissão ignorou requerimento de suspensão da votação

[Oposição vai ao STF para anular sessão que aprovou reforma da Previdência]
Foto : Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Por Catarina Lopes no dia 24 de Abril de 2019 ⋅ 16:00

Líder da oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (Rede) afirmou hoje (24) que irá entrar com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a anulação da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que aprovou a reforma da Previdência ontem (23).

Molon explicou a CartaCapital que Felipe Francischini (PSL), presidente da comissão, não aceitou um requerimento que pedia a suspensão da matéria por 20 dias.

O documento foi assinado por 1/5 dos deputados, como manda o artigo 114 da Constituição, mas Francischini alegou que algumas assinaturas do requerimento não estavam de acordo e anulou o pedido. A votação aconteceu e o projeto foi aprovado por 48 deputados contra 18.

Os deputados que assinaram o documento queriam acesso aos dados que embasaram a elaboração do projeto. O ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu liberá-los até amanhã (25).

Notícias relacionadas

[ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL]
Política

ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Outubro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM avaliou que falta maturidade política aos membros da sigla de Jair Bolsonaro