Política

Presidente do Senado mantém sigilo de gastos com verba de gabinete

Com a medida, os próprios senadores podem decretar sigilo sobre as próprias notas fiscais

[Presidente do Senado mantém sigilo de gastos com verba de gabinete]
Foto : Geraldo Magela/ Agência Senado

Por Juliana Almirante no dia 25 de Abril de 2019 ⋅ 11:53

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) autorizou os colegas a manter o segredo sobre as notas fiscais de gastos realizados com a verba indenizatória de gabinete, ainda que tenha sido eleito com a promessa de mudar as práticas políticas da Casa.

A medida foi amparada em parecer da área jurídica, editado em 2016, durante a gestão do ex-presidente Renan Calheiros (MDB-AL). À época, o Senado rejeitou o pedido de um parlamentar que queria ter, por meio da Lei de Acesso à informação (LAI), as cópias de notas fiscais apresentadas por um ex-senador e adversário político.

Na rejeição do pedido, os técnicos do Senado justificaram que a divulgação das notas deveria ficar “a critério de cada parlamentar”.

Sendo assim, os próprios senadores poderiam decretar o sigilo sobre as próprias notas fiscais, caso entendessem que elas estão submetidas às regras de sigilo fiscal estabelecidas pela Receita Federal, por conterem dados pessoais como endereço e CPF.

No entanto, há anos, a Câmara Federal já divulga as notas fiscais de gastos dos deputados, sem alegar quebra de "sigilo fiscal".

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar