Política

PGR pede que Collor seja condenado a 22 anos de prisão

Ex-presidente é acusado de ter recebido mais de R$ 50 milhões em propina, em esquema de corrupção na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras

[PGR pede que Collor seja condenado a 22 anos de prisão]
Foto : Valter Campanato/ Agência Brasil/Fotos Públicas

Por Juliana Almirante no dia 26 de Abril de 2019 ⋅ 12:00

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o senador licenciado Fernando Collor de Mello (Pros-AL) seja condenado a 22 anos de prisão.

De acordo com a Folha, pelo entendimento da PGR, ele também deve perder o mandato, acusado dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.​

Collor responde a ação penal no Supremo, por supostamente receber propina em um esquema de corrupção na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Ele seria era responsável por indicações na diretoria da BR Distribuidora e também teria relacionada a contratos da empresa, entre os anos de 2010 e 2014.

No entanto, a defesa do senador sustenta que não há provas de que ele tenha praticado irregularidades. O ex-presidente da República está afastado do Senado desde o início do mês, por motivos de saúde. Na vaga dele, assumiu a suplente Renilde Bulhões (Pros-AL).

Notícias relacionadas

[ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL]
Política

ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Outubro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM avaliou que falta maturidade política aos membros da sigla de Jair Bolsonaro