Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Maia discorda de proposta que retira pena do proprietário rural que atirar em invasor

Rodrigo Maia diz que Bolsonaro não conversou com ele sobre proposta

[Maia discorda de proposta que retira pena do proprietário rural que atirar em invasor]
Foto : Gilmar Félix / Câmara dos Deputados

Por Catarina Lopes no dia 03 de Maio de 2019 ⋅ 14:40

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou em conversa com a Folha de S.Paulo que não concorda com a proposta do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de dar salvo-conduto a proprietários de terra que atirarem em quem invadir suas propriedades. Maia e Bolsonaro conversaram por uma hora e meia no domingo (28).

"Não concordo. Ele conversou comigo sobre a posse estendida no campo, isso eu concordo e acho que a maioria das pessoas concorda. O outro assunto ele não tratou comigo", declarou o presidente da Câmara. A posse estendida no campo consiste em permitir o porte de arma não só dentro da casa, mas em todo perímetro da propriedade rural.

Bolsonaro havia declarado na segunda-feira (29), durante a Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), que enviará à Câmara o projeto de salto-conduto. "Uma maneira que nós temos de ajudar a combater a violência no campo é fazer com que, ao defender a sua propriedade privada ou a sua vida, o cidadão de bem entre no excludente de ilicitude. Ou seja, ele responde, mas não tem punição", explicou.

Notícias relacionadas