METROPOLE

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

Política

'Balbúrdia vai continuar', defende núcleo de pesquisa da Ufba após corte de verba

Declaração faz referência ao motivo dado pelo ministro da Educação para o corte de 30% do orçamento da universidade.

'Balbúrdia vai continuar', defende núcleo de pesquisa da Ufba após corte de verba

Foto: Dário Guimarães/Metropress

Por: Juliana Almirante no dia 05 de maio de 2019 às 08:30

O Núcleo de Pesquisa e Extensão em Culturas, Gêneros e Sexualidades da Universidade Federal da Bahia (Ufba) defendeu, em entrevista à Folha, que “a balbúrdia vai continuar”.

A declaração faz referência ao motivo dado pelo ministro da Educação para o corte de 30% do orçamento da universidade. Depois da repercussão negativa do contigenciamento, o bloqueio de recursos foi ampliado para todas as instituições de ensino federais.

“Somos um dos grupos pioneiros em pesquisas no campo das culturas e sexualidades, fomos inclusive responsáveis por trazer a filósofa americana Judith Butler pela primeira vez ao Brasil em 2015”, diz o assessor do núcleo, Marcelo de Troi.

Mais de 40 pessoas fazem parte do grupo de pesquisa, o que inclui mestres, doutores e ativistas. Ainda em maio, será realizado o 3º Encontro do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Culturas, Gêneros e Sexualidades.

TV METRO

Entrevistas

Alice Portugal

Em 14 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
'Balbúrdia vai continuar', defende núcleo de pesquisa da Ufba após corte de verba - Metro 1