Política

Corretor que vendeu imóveis a Flávio Bolsonaro admite fraude em outra transação

Modalidade de fraude é semelhante a que o Ministério Público do Rio suspeita ter sido praticada pelo senador

[Corretor que vendeu imóveis a Flávio Bolsonaro admite fraude em outra transação]
Foto : Edilson Rodrigues/ Agência Senado

Por Juliana Almirante no dia 17 de Maio de 2019 ⋅ 14:40

O corretor responsável por vender dois imóveis ao senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi alvo de comunicação do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) sob a suspeita de ter emitido fatura abaixo do preço cobrado em uma transação imobiliária. 

A modalidade de fraude é semelhante a que o Ministério Público do Rio suspeita ter sido praticada pelo senador nas operações com o mesmo corretor.

De acordo com a Folha, no caso identificado pelo Coaf, o corretor tentou fazer uma operação de câmbio no Citibank em julho de 2015 no valor de R$ 775 mil.

Ele admitiu a fraude ao relatar ao banco que o dinheiro tinha como origem a venda de um imóvel cuja escritura indicava, na verdade, o preço R$ 350 mil. 

A instituição financeira se recusou a fazer a operação e comunicou o caso ao órgão do Ministério da Justiça.

Notícias relacionadas