Política

Moro pediu verba de multa da Petrobras para seu ministério

Segundo a colunista Mônica Bergamo, a procuradora Raquel Dodge preferiu recomendar que os cerca de R$ 2,5 bilhões fossem destinados à educação

[Moro pediu verba de multa da Petrobras para seu ministério]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Maio de 2019 ⋅ 11:40

O ministro da Justiça, Sergio Moro, tentou convencer a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e o presidente Jair Bolsonaro a destinarem à pasta dele, como verba, a multa paga pela Petrobras nos EUA no âmbito da Lava Jato. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha.

No entanto, Dodge preferiu recomendar que o montante, de cerca de R$ 2,5 bilhões, fosse destinado à educação. Bolsonaro concordou com a ideia.

O revés de Moro vem logo após a derrota dele no Congresso, já que na quarta (22), os parlamentares decidiram que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) não ficaria sob o seu controle.

Esta não é a primeira polêmica relacionada aos recursos da multa da Petrobras: procuradores do Paraná chegaram a sugerir a criação de uma fundação para gerir o dinheiro, ao que Dodge se opôs.

Notícias relacionadas