Política

Prefeitura renova com empresa da 'máfia da merenda' e ressalta 'serviço de excelência'

De acordo com a secretaria de Educação da capital, o aditamento é regular

[Prefeitura renova com empresa da 'máfia da merenda' e ressalta 'serviço de excelência']
Foto : Divulgação / Prefeitura de João Pessoa

Por Alexandre Galvão no dia 31 de Maio de 2019 ⋅ 12:22

A prefeitura de Salvador renovou o contrato que firmou com a empresa Nutriplus Alimentação e Tecnologia, envolvida no escândalo que ficou conhecido como máfia da merenda, em São Paulo. Em outubro de 2018, a gestão do prefeito ACM Neto contratou a Nutriplus por R$ 25 milhões. Hoje, a renovação foi feita para mais um ano, por quase R$ 15 milhões.

De acordo com a secretaria de Educação da capital, o aditamento é regular. Ainda segundo a prefeitura, a empresa não sofreu nenhuma penalidade durante a vigência do atual contrato. A Nutriplus, para a Smed, presta um serviço de excelência que pode ser aferido junto aos gestores de todas as unidades escolares atendidas.

Após o primeiro contrato, o Ministério Público da Bahia instaurou um inquérito para investigar a contratação. De acordo com o MP-BA, o inquérito vai apurar supostas ilegalidades ocorridas no pregão eletrônico 001/2017, que culminou na contratação da Nutriplus por R$ 14.993.538,00 para prestar o serviço, segundo publicação no Diário Oficial do Município em maio do ano passado.

BRONCA EM SP -  A Nutriplus é acusada de envolvimento na "Máfia da Merenda" , esquema delatado pelo empresário Genivaldo Marques dos Santos, então sócio da empresa Verdurama – uma das envolvidas na fraude. À época, ele denunciou que quatro empresas que forneciam merenda a cidades paulistas formaram um cartel para controlar o resultado das licitações em pelo menos 57 cidades e dois Estados. O esquema, segundo o delator, teria movimentado R$ 280 milhões em notas frias entre 2008 e 2010.

Notícias relacionadas