Política

Gilmar Mendes diz que julgará suspeição de Moro no caso do tríplex do Guarujá

Em dezembro do ano passado, quando o caso começou a ser discutido pela Segunda Turma, o pedido foi rejeitado pelos ministros Edson Fachin e Carmen Lúcia

[Gilmar Mendes diz que julgará suspeição de Moro no caso do tríplex do Guarujá]
Foto : Nelson Jr./SCO/STF

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Junho de 2019 ⋅ 13:40

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, confirmou que a Segunda Turma da Corte deve julgar no dia 25 de junho um outro habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no qual o petista acusa o ex-juiz federal Sergio Moro de agir com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá (SP) e depois assumir cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro. As informações são do Estadão.

O julgamento vai acontecer após a divulgação do conteúdo vazado de supostas mensagens trocadas por Moro e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, por parte do site The Intercept Brasil. "Vamos aguardar. Tem vazamentos, estão anunciando novos vazamentos, então vamos aguardar", disse Gilmar Mendes a jornalistas, ao chegar para a sessão da Segunda Turma de hoje (11).

Em dezembro do ano passado, quando o caso começou a ser discutido pela Segunda Turma, o pedido foi rejeitado pelo relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, e pela ministra Cármen Lúcia. A discussão foi interrompida por pedido de vista (mais tempo para análise) de Gilmar Mendes.

Notícias relacionadas