Política

'Completamente equivocada', diz Bolsonaro sobre decisão de criminalizar homofobia

Segundo o presidente, a decisão do Supremo prejudica as pessoas que são homossexuais

['Completamente equivocada', diz Bolsonaro sobre decisão de criminalizar homofobia]
Foto : Alan Santos/PR

Por Kamille Martinho no dia 14 de Junho de 2019 ⋅ 15:20

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (14) que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de criminalizar a homofobia e transfobia foi "completamente equivocada". O STF decidiu ontem (13) que atos preconceituosos contra homossexuais e transexuais devem ser enquadrados no crime de racismo.

De acordo com o presidente, a decisão do Supremo prejudica as pessoas que são homossexuais. Ele argumentou que um empregador pensará "duas vezes" antes de contratar um homossexual.

Com a decisão, o Brasil se tornou o 43º país a criminalizar a homofobia, segundo o relatório "Homofobia Patrocinada pelo Estado", elaborado pela Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais (Ilga).

Notícias relacionadas