Política

Filhos de deputada e pastor são suspeitos de matar o pai 

A deputada Flordelis rechaça a hipótese de que um de seus filhos seja o autor do crime

[Filhos de deputada e pastor são suspeitos de matar o pai ]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 18 de Junho de 2019 ⋅ 12:20

Assassinado no último domingo (16), o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD), pode de te sido vítima de dois dos seus filhos. De acordo com o G1, uma das linhas de investigação é que os filhos teriam cometido o crime para defender a mãe, após descobrirem uma relação extraconjugal de Anderson.

De acordo com o G1, após o enterro, nesta segunda (17), a polícia agiu discretamente e prendeu Flávio dos Santos, filho biológico apenas de Flordelis – a deputada e Anderson do Carmo registraram 55 filhos, a maioria, adotado. Flávio tinha um mandado de prisão por violência doméstica.

Outro filho do casal também foi preso. Lucas, de 18 anos, que é adotado, foi encontrado na casa onde o pastor foi morto. Quando era menor, ele se envolveu com tráfico de drogas. Lucas e Flávio prestaram depoimento durante esta tarde na Delegacia de Homicídios de Niterói sobre a morte do pai.

A deputada Flordelis rechaça a hipótese de que um de seus filhos seja o autor do crime: “Isso é ridículo, acusar alguém sem provas”. Ela acredita que o crime foi uma tentativa de assalto. "É nisso que eu acredito, que foi um assalto, e que ele morreu defendendo a família", disse Flordelis durante o enterro.

A polícia informou que os criminosos fugiram do local sem levar nada. Investigadores revelaram também que os bandidos usaram toucas ninja e que doparam o cachorro da família antes do crime.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar